sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

A Energia de Cura do Alecrim


(Série o Poder da Natureza)
por Rosangela Vecchi Bittar
Especialista em Terapia Floral pela UFPE
Este artigo foi publicado ela primeira vez em 14.11.2009 no blog Cosméticos Orgânico e Natural e reproduzido em vários blogs mantendo os créditos da autora.

O Alecrim é uma planta cujo nome botânico é Rosmarinus Officinalis, originária do Mediterrâneo (crescia espontaneamente em suas areias), seu nome latino marinus significa “o orvalho do mar”, de odor forte e quente, pertence à família das labiadas. É um arbusto forte com folhas pontiagudas como as do pinheiro. Sozinho vale por uma farmácia medicinal e cosmética.

Conta à lenda que suas flores eram originalmente brancas, mas, após seu contato com Nossa Senhora acompanhada pelo menino Jesus durante a fuga do Egito, tornaram-se da cor azul. Outra curiosidade é que se fala que um pé de alecrim jamais terá sua altura superior a de Cristo quando adulto.

No Antigo Egito era usado nos rituais de purificação. Hoje em dia, é muito usado para proteção e limpeza energética de espaços, colocando-se 7 gotas à entrada do espaço (casa, loja ou outro).Desde os tempos antigos, acredita-se que auxilia a memória e os estudantes gregos tinham o hábito no período de exames, entrelaçarem ramos de alecrim em seus cabelos quando estudavam. Também era usado em casamentos, enterros, igrejas e hospitais para dar sorte, purificar o ambiente (poder anti-séptico).

No século VI, o Rei Carlos Magno decretou que o alecrim deveria ser plantado em todos os jardins do império.

Enfim, o alecrim tem várias propriedades dentre elas é analgésica, estimulante do córtex adrenal, cicatrizante, hipertensora, estimulante, cefálica, antiespasmódica. Dentro seus usos confortam a mente, a memória, excelente para os casos de doenças reumáticas (que são várias), estimula os nervos para os casos de perda de função nervosa, paralisia, perda de fala, pressão baixa, infecções intestinais, flatulência, problemas digestivos, etc. A nível emocional fortalece a auto-estima, dá coragem e auxilia a crianças com estrutura emocional passiva que não respondem à agressão vivida, também excelente para os casos de depressão. Trabalha a noção de tempo físico, com a pressa e sensação de que não temos tempo para nada. A nível energético é um costurador do plexo solar , restitui a energia perdida e casos de exaustão.

O alecrim não é indicado para hipertensos, pessoas epiléticas, alcoólatras e mulheres grávidas.

Seu óleo essencial puro é estimulante da memória e do bom humor. Fortalece a mente quando há esgotamento. Auxilia na clareza de pensamentos. Útil nas dores musculares, reumatismo e resfriado. É um tônico geral, relaxante. Usado em calvície e anti-caspa. Bom para queda de cabelos e como rejuvenescedor da pele. Cicatrizante. Uso em feridas, hipotensão, arteriosclerose, asma, debilidade, desmaios, dor de cabeça, distúrbios hepáticos, gota, cuidado da pele, palpitações, enxaqueca, distúrbio nervoso, fadiga mental, gripe e resfriado, dismenorréia, pedra na vesícula.
Não usar durante a gravidez e nem em epiléticos.

Rudolf Steiner que relata que o alecrim fortalece o “Eu” fortalece processos sanguíneos e estimula o metabolismo.

O Floral elaborado com as flores do Rosmarinus officinalis é encontrado no Sistema da Flower Essence Society (FES) da Califórnia, Estados Unidos, no Sistema Francês de Philippe Deroide, e no Sistema de Minas, Itaúnas, Estado de Minas Gerais, Brasil.

Na FES o nome conhecido é Rosemary que despertam o indivíduo para viver o presente, “encarnar”, ancorar, desperta, promove clareza mental, vitaliza, esquenta (para pessoas com mãos e pés frios), fortalece a vontade, restaura confiança na vida, indicadas para pessoas que se ausentam do corpo físico (sonolentas). Indicada para esquecimentos, pois, fortalece a memória, portanto, auxilia nos estudos, pessoas com problemas circulatórios e reumáticos. Aquece a alma, reconecta. No Francês, é chamado Romarin também menciona que aquece a alma, indicado para aqueles que sentem dificuldade de integrar a energia espiritual e não sentem o “calor interior” da alma. Este estado a nível físico se manifesta em problemas circulatórios e por sentir frio. Esta essência floral é estimulante, traz a qualidade de despertar, são recomendadas para os desorientados, esquecidos (perda de memória), sonolência e pessoas idosas. Destinada a aqueles que têm dificuldade de habitar o corpo ou pessoas exauridas por fadiga intelectual. Segundo Gurudas equilibra o corpo emocional, traz alegria e sensibilidade a pessoas mal humoradas e reservadas. No Sistema Minas é indicada para distraídos, desatentos. As indicações assemelham-se nos vários sistemas florais, muito embora o primeiro floral a base de rosmarinus tenha sido elaborado pela FES. Na verdade a aplicação do Rosmarinus é compatível com o Floral do Sistema Bach Clematis (oriundo das flores silvestres da planta Clematis vitalba) na questão do aprendizado, no estar presente, ancorar na terra embora, não seja integralmente igual em sua indicação.

De qualquer forma o uso correto é com responsabilidade terapêutica num contexto de processo e acompanhado por um profissional qualificado.

Seja com objetivo de auxiliar um jovem que vai prestar vestibular, uma pessoa que apresenta uma doença crônica tipo reumática, envelhecimento, deve ser avaliado caso a caso. Exemplo: uma pessoa com problema reumático não melhorará só com esta essência floral, a ela deverá ser acrescentada outras que contemplem as queixas e questões inerentes a estes pacientes conforme pesquisa científica realizada BITTAR, Rosangela V., Doenças Reumáticas: O Alívio do Sofrimento na Perspectiva da Terapia com Essências Florais.

Concluindo, o Alecrim é uma benção da mãe natureza, que pode ser utilizado de diversas formas como chás, bouquet floral, banhos, óleos e cremes para massagem, réchaud sempre criteriosamente.

Assim, lembro da cantiga de roda que conforta, aquece como sua flor, alegra, trazendo a criança interior de cada um, cuja letra segue abaixo e finaliza este artigo.

Alecrim, Alecrim dourado.
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
Alecrim, Alecrim dourado.
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
Foi meu amor
Que me disse assim
Que a flor do campo é o alecrim
Foi meu amor
Que me disse assim
Que a flor do campo é o alecrim...
...

Rosangela Vecchi Bittar
Terapeuta Especialista pela Universidade Federal de Pernambuco
Pesquisadora com Terapia Floral - Mestre em Reiki
Aromaterapeuta - Cromoterapeuta
Coordenadora das Práticas Integrativas e Complementares da
Associação Brasileira de Alzheimer ABRAz– Regional Pernambuco.
Terapeuta Floral Voluntária da Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE
Veja meus livros!
Cursos e Palestras - Atendimento em Recife - PE
E-mail rosangela.bittar@globo.com
Contato: (81)8843-0584

6 comentários:

  1. continuação da música:
    alecrim alecrim aos molhos alecrim por ti choram os meus olhos

    ...
    alecrim alecrim aos feixes alecrim te pesso q nunca me deixes....

    ResponderExcluir
  2. consertando, "peço" e não "pesso"

    ResponderExcluir
  3. em que parágrafo?
    quanto a letra da cantiga de roda
    não tive a intenção de colocar letra toda.
    Mas agradeço a contribuição.
    abs feliz 2012!

    ResponderExcluir
  4. olá
    queria saber as dosagens do alecrim e saber se ele é indicado em casos de arritmias cardíacas já que ele é bom pro coração,ou se ele regula os ritmos cardíacos

    ResponderExcluir
  5. Em resposta a questão apresentada não é indicado se a pessoa for hipertensa. No caso da arritimia devemos avaliar o quadro da pessoa em questão. Se for o caso taquicardia e hipertensão não é indicado o alecrim. Para o coração é mais indicado óleos vasodilatadores como a manjerona ou lavanda (baixam a pressão arterial) são calmantes e sedativos indicados para o caso de dor no peito, no caso do indivíduo ter hipotensão alecrim é um óleo estimulante. O de rosa é excelente mas muito caro para qualquer problema cardíaco. No caso de fibrilação é indicado calamo, lavanda, manjerona geralmente a fundamentação para estes casos são stress, cansaço, angústia,perdas afetivas concomitante com o problema fisiológico cardíaco.Quanto as dosagens depende do que se deseja fazer: se for um óleo corporal para cada 30 ml 22 gotas. MAs lavanda, manjerona, rosa, podem ser usado oleos essenciais puros diretamente sobre o peito 2 gotas (região cardíaca), inalar com respiração profunda, passar na fronte,...espera tê-la ajudado. abraços e muita paz!

    ResponderExcluir

Só serão aceitos comentários postados por pessoas que se identifiquem!

Postagens populares